myspace glitters

Há muitos anos atrás, deu-se à vida, abraçou-a e hoje, as rugas, traçam relevos de rios cruzados no rosto.
Oitenta e seis idades.
Obrigada mãe, pela ousadia, de teres permitido que nascesse.
Obrigada por teres sido bonita, em todas as estações do meu percurso.
Obrigada mãe, pela trincheira, com que sempre amparaste a minha vida.
Obrigada por não teres deixado pelo caminho as esperanças, vindimadas pela má sorte.
Obrigada pela forma como de sogra te converteste em mãe.
Obrigada pela avó e bisavó que és, ensinando a todos nós que o “AMOR”, é obra em permanente construção.
Obrigada mãe, pelo ontem, pelo agora, e que o amanhã, como hoje continue a iluminar os teus cabelos brancos.

Artigo anterior
Artigo seguinte
Deixe um comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: