Estratégia de distracção

“Estratégia de distracção”, diria que serve, para tentar mostrar aquilo, que se não é.
A principal frente de incêndio, não são as altas labaredas com que se debatem as “gentes”, mas sim o absurdo pacifismo com que enfiamos os barretes, que minuto a minuto nos oferecem!

Artigo seguinte
Deixe um comentário

3 comentários

  1. Isa

     /  01/09/2010

    "Toma lá que é para almoçares", que é como quem diz, "enfia o barrete", na língua da minha cidade linda, o Porto, carago.Ah, só mais uma coisa, esta velinha aqui ao lado, fez-me lembrar dum livro que li há muito tempo, chamado "As velas ardem até ao fim", de Sándor Márai, já leu? Não tem nada a ver com isto, mas gostei muito desse livro que fala da amizade. É forte e duro.Um beijinhoIsa

    Responder
  2. MarisaEm vez de “forte e duro”, diria “curto e grosso”, como se fala na minha terra.Por acaso, li o livro, vai para uns dois anos, e não querendo alongar-me em análisesFreudianas, poderia fazer uma pequena analogia entre o livro e a “teoria do recalcamento”.Poderá lembra-se que o exercício deste livro de Márai se desenvolve a partir do exterior, não fora assim não descreveria tão intensamente, quase como pilar fundamental, o que circunda fisicamente a intenção do desabafo. E esse deveria ser o intuito (penso eu). Mas levemente está lá, não fora assim também não chegaria a essa leitura.Já agora , mais duas coisitas:- As velas que a empregada mantinha acesas, eram azuis (eu gosto de brancas)- Sabe que o autor de suicidou. Deixo uma questão; este tipo de decisão, será proveniente de factos interiores, ou terá dado demasiada importância aos exteriores?Aqui lhe deixo o meu coaxar sobre o assunto, que daria pano para mangas.Um beijo

    Responder
  3. Isa

     /  02/09/2010

    Não sei, não gosto muito de dissecar as coisas que amo à primeira vista, pois sempre que o faço perdem a sua beleza. Por exemplo, o Harry Potter perdeu metade da sua magia nas aulas de Inglês da faculdade em que estudei esse livro. Superficial, sim, mas por vontade própria! Quanto ao suicídio, é um acumular de situações, é a falta de coragem para pedir ajuda, é ter uma mente maior que o coração e um sonho maior que os braços.Um beijoIsa

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: