Legalmente fera !

O que se faz geralmente com a fera é prendê-la na jaula, enfiar-lhe uma sólida focinheira, atar-lhe uma coleira ao pescoço,e amansar-lhe o temperamento com muito chicote no lombo.
Assim instruída, poderá até subir um trampolim, levantar-se sobre as patas traseiras, e até pular por dentro de um círculo em chamas.
E palmas. Muitas palmas!
Pelo menos até ao momento em que distraído o domador, a fera salta, dentes à mostra.
É assim que a sociedade de um modo geral, convive com a agressividade.Proibindo-a de se manifestar, trancando-a numa sólida jaula de preconceitos moras, enfiando-lhe um açaime de vetos e inibições.
Agredir fisicamente é proibido por lei. Agredir verbalmente é falta de caridade cristã. Contradizer é pecado, o certo é oferecer a outra face e receber o insulto em dobro.Criança que bate no irmão mais pequeno é cobarde. Irmão mais novo que provoca o mais velho, excede-se e vai de castigo. Mulher que bate noutra, que vulgaridade!
Bonito enfim, é o manso, o doce, o sempre compreensivo.
E embora sejamos todos feras, pretendemos a beatitude de um santo qualquer.

Deixe um comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: